contato@datasafe.com.br
(11) 3723-3299

Menu

Insegurança faz crescer negócios da Esquadra; empresa mineira quer estar entre as grandes

.

Fonte: Raul Mariano - Hoje em Dia
04/10/2015 09:43 - Atualizado em 04/10/2015 09:43

O quadro recessivo da economia brasileira já levou empresas dos principais setores produtivos do país a reduzirem o ritmo de atividade. No setor de segurança, no entanto, a palavra de ordem é expandir negócios. O Grupo Esquadra, por exemplo, quer dobrar o tamanho de sua área de atuação até o fim do ano e fechar 2015 com o faturamento de R$ 12 milhões.

Depois de abrir filiais em toda região Sudeste do país, a estratégia da Esquadra é atuar também no Sul e inaugurar novas unidades nos três estados da região: Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Para isso, cerca de R$ 5 milhões serão investidos.

Com foco em segurança patrimonial, pessoal, eletrônica, escolta armada e transporte de valores, a empresa registrou crescimento de 300% em 2014. De acordo com o empresário Marcos Vinícius Ferreira, um dos sócios do Grupo Esquadra, o mercado para segurança privada é crescente.

"O Estado não consegue acompanhar a demanda de segurança das empresas e dos cidadãos. Nesse vácuo, a segurança privada cresce. Como nós estamos autorizados a trabalhar com os cinco tipos de segurança, isso nos permitiu atender tanto o grande quanto o pequeno empresários", explica.

Revisão

Com a retração da atividade econômica em todo país, a empresa precisou revisar a meta de crescimento do faturamento que caiu de 12% para 3%, segundo Ferreira. Ainda assim, a empresa aposta na oferta de novidades que agreguem serviços diferentes, reunindo o serviço de logística ao de segurança.
"Estamos lançando o serviço de carga segura com escolta aérea. A proposta é transportar produtos de grande valor com escolta de um helicóptero. Onde há muitos agentes envolvidos, a informação corre e o risco aumenta. O que vislumbramos é concentrar toda essa cadeia de serviços em um único pacote", projeta Ferreira.

Roubo de carga

De acordo com dados divulgados pela Associação Nacional dos Transportadores de Carga & Logística, 15,2 mil ocorrências de roubo de cargas foram registradas no Brasil em 2013, uma média de 41 casos por dia, índice 5,5% superior do que os registro do ano anterior. Os prejuízos com os roubos de carga neste ano já somam mais de R$ 1 bilhão, sendo 81,2% dos casos concentrados na região Sudeste.

Não por acaso, entre os clientes do Grupo Esquadra estão bancos, indústrias e redes de varejo de produtos de grande valor. "Queremos concorrer com as grandes empresas do setor de segurança, pois o nosso serviço é diferenciado. Oferecemos um atendimento personalizado, exclusivo, isso faz a diferença em relação às empresas internacionais", afirma Ferreira.

Publicado em: 04/10/2015 13:12:31

Mapa do Site

Endereço
R. Dr. Clóvis de Oliveira, 258
Morumbi
São Paulo - SP
05616-130

© 2016 | Datasafe - Todos direitos reservados