contato@datasafe.com.br
(11) 3723-3299

Menu

Dois são presos suspeitos de assaltar vigilância de hidrelétrica no Amapá

Um dos suspeitos morreu por parada cardíaca após receber voz de prisão.

Fonte: Fabiana Figueiredo - Do G1 AP, com informações da Rede Amazônica no AP
17/12/2015 20h40 - Atualizado em 17/12/2015 20h40


http://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2015/12/dois-sao-presos-suspeitos-de-assaltar-vigilancia-de-hidreletrica-no-amapa.html


O Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Amapá identificou e prendeu dois suspeitos de terem assaltado uma hidrelétrica no município de Ferreira Gomes, a 137 quilômetros de Macapá, na quarta-feira (16). Um deles, Wenderson Sousa da Silva, de 31 anos, morreu por parada cardíaca após receber voz de prisão dos policiais.

Os dois suspeitos foram encontrados em Macapá, no bairro São Lázaro, informou o Bope. A dupla teria roubado os vigilantes que trabalham com a segurança da obra de uma hidrelétrica. Na ação, eles levaram 3 armas calibre 38, 3 coletes a prova de balas, e ainda outros materiais de vigilância.

Revólveres e coletes a prova de balas foram recuperados pela polícia, amapá, macapá, revólveres, balas, polícia, bope, (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Armas e coletes a prova de balas foram recuperados  pela polícia (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)

De acordo com o Bope, Wenderson da Silva era ex-funcionário da empresa de vigilância que presta serviço para a hidrelétrica e teria repassado informações e pensado sobre como aconteceria o assalto.

"O Wenderson, que foi o que faleceu, foi o que arquitetou todo o crime. Sendo ex-vigilante da empresa que fazia a segurança da hidrelétrica arquitetou em cima das informações que ele tinha do local e como trabalhavam os vigilantes", disse o tenente Hercules Lucena, do Bope.

Com a prisão do outro suspeito, a polícia informou que chegou ao material roubado. Eles teriam escondido todos os produtos em uma área de mata no município de Porto Grande, a 102 quilômetros da capital.

"Na realidade eles cometem um tipo de roubo para ter o material e depois cometer outros ilícitos. Eles vendem uma parte e a outra serve de logística para cometer roubos em localidades, é o que está acontecendo aqui em Macapá também", falou Lucena.

Sobre a morte do segundo suspeito, o Bope informou que, após receber voz de prisão, Wenderson passou mal e foi levado em uma ambulância para o Hospital de Emergências de Macapá. Bombeiros teriam tentado reanima-lo, mas com a parada cardíaca acabou falecendo. Não há informações se ele tinha histórico de doenças no coração.



Publicado em: 18/12/2015 18:14:46

Mapa do Site

Endereço
R. Dr. Clóvis de Oliveira, 258
Morumbi
São Paulo - SP
05616-130

© 2016 | Datasafe - Todos direitos reservados